quarta-feira, 22 de março de 2017

As florzinhas Jade e Paula - Pessoa errada (Cover - Maiara e Maraísa)

As gêmeas Mikaela e Rafaela que moraram em Dom Inocêncio até 2012, no Alto Bela Vista, estão ingressando na carreira artística seguindo os passos do pai Zé Nivaldo que fez muito sucesso nos anos 80 como integrante do famoso e lendário Trio Nordeste que era composto por três irmãos, Evan, Milton e o próprio Zé Nivaldo que arrebentava no triângulo.

Hoje, Evan ainda toca sanfona na rádio Serra da Capivara e Zé Nivaldo está em Mauá-SP. Milton, que tocava pandeiro já é falecido.


Confira o primeiro vídeo das garotas que já estão fazendo apresentações em São Paulo e divulgando o trabalho na internet, como Jade e Paula, sobrenome de batismo das gêmeas. 
Sucesso para as florzinhas!!!



quinta-feira, 16 de março de 2017

Empresa que fazia linha aérea para São Raimundo voou para Belém e diz que não volta mais

"Juntou tudo e decolou para Belém"

O avião da empresa aérea Piquiatuba, que fazia vôos regionais para o litoral piauiense e as cidades de Picos e São Raimundo Nonato, deixou o Piauí. Ontem, o Cessna PRDNA C208 da Piquiatuba decolou as 14h15 para a cidade de Belém, capital do Pará, onde funciona a empresa. A informação da decolagem foi confirmada pela Infraero no aeroporto de Teresina.
Foto/Gabriel Torres 

O piloto da aeronave mandou uma mensagem para um amigo dizendo que o avião deixava de voar no Piauí. “Meu filho, infelizmente acabou. Vamos decolar daqui a dez minutos com o avião e tudo para Belém. A Piquiatuba não vai ficar aqui mais não, em Teresina”, falou o comandante da aeronave.

A Piquiatuba tinha um contrato com uma empresa piauiense TW Fly para fazer os voos do projeto “Voa Piauí – Do litoral à Serra da Capivara”. O avião tinha capacidade para transportar nove passageiros, fazia voos regulares de Teresina à Picos, São Raimundo Nonato e Parnaíba. A empresa TW Fly fechou um contrato com o governo, através da secretaria estadual de Turismo.

O diretor comercial da Piquiatuba, Fábio Pazebo, informou, na semana passada, que suspendeu o voo para Picos e Parnaíba, porque a empresa estava desde dezembro sem receber pagamento da parceria feita com a empresa piauiense TW Fly. Na sexta-feira passada, o diretor da Piquiatuba liberou o voo para Parnaíba. O prejuízo que a empresa aérea do Pará estava tendo já havia chegado em cerca de R$770 mil.

Ontem o Diário do Povo tentou contato com o secretário de Turismo, deputado Flávio Nogueira Júnior. Ele não atendeu telefone. A assessoria dele informou que depois ele falaria sobre o assunto.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Voos da Piquiatuba para São Raimundo estão cancelados

Resultado de imagem para piquiatuba

Atualizado em 13/03/2017


Segundo publicação do jornal Diário do Povo, a Piquiatuba Transportes Aéreos voltou a realizar voos regionais no Piauí. Na quinta--feira, 09/03, a direção da empresa havia cancelado os voos que realizava de Teresina para Picos, São Raimundo Nonato e Parnaíba..
O motivo era a falta de pagamento. A Piquiatuba não estava recebendo os pagamentos referentes aos meses de dezembro, janeiro e fevereiro do contrato feito com a empresa piauiense TWFly para realizar os voos regionais. Sexta pela manhã, o diretor comercial da Piquiatuba, Fábio Pazebo, foi informado pela diretoria financeira da empresa que podia liberar os voos.
Ele não soube informar se a empresa havia recebido o pagamento atrasado. Com essa informação, Pazebo autorizou a aeronave fazer o voo Teresina/Parnaíba na tarde de sexta. No domingo, o avião da Piquiatuba retorna do litoral para a capital.
No Palácio de Karnak, no final da tarde de sexta, o governador Wellington Dias se reuniu com o secretário estadual de Turismo, deputado Flávio Nogueira Júnior. O secretário de Turismo estava acompanhado dos prefeitos de Palmeirais, Anísio de Abreu e Arraial.
No entanto, mesmo tendo na agenda a presença dos prefeitos aliados, o governador conversou com Flávio Nogueira Júnior sobre o problema que ocorreu no projeto "Voa Piauí — Do litoral à Serra da Capivara". A empresa paraense Piquiatuba tem um contrato com a empresa TW Fly para realizar os voos do projeto Voa Piauí. A TW Fly tem um contrato com o governo do Estado. A Piquiatuba tem uma proposta para ampliar a rota do voo Teresina/Pi-cos/São Raimundo Nonato colocando a cidade pernambucana de Petrolina.
Fonte: Com informações do jornal Diário do Povo

Suspensão
O projeto "Voa Piauí - Do litoral à Serra da Capivara" está ameaçado de ser encerrado. A Piquiatuba Transportes Aéreos, que realiza voos regionais desde de junho do ano passado para o litoral e duas cidades no Sul do Piauí, cancelou a saída do avião com destino a Picos e São Raimundo Nonato no aeroporto de Teresina, na manhã de ontem. O embarque para Parnaíba marcado para as 16h40 desta sexta-feira, também, foi cancelado o voo.
A direção da empresa Piquiatuba decidiu cancelar os voos para a região de Picos, do Parque Nacional da Serra da Capivara e do litoral, porque não está sendo pago pela empresa TW Fly desde dezembro do ano passado.
O diretor comercial da Piquiatuba, Fábio Pazebo, informou que a empresa aérea está com um prejuízo de cerca de R$ 770 mil. O débito de combustível está mais de R$ 300 mil. Ele não revelou o valor mensal do contrato que tem com a empresa aérea piauiense. Pazebo disse que a direção da TW Flyafirmou que pagaria a Piquiatuba até as 15 horas de ontem. Isso não aconteceu.
Segundo ele, a Piquiatuba não fez parceria comercial com o Governo do Estado. O contrato que a Piquiatuba tem é com empresa TW Fly, que foi aberta em janeiro de 2016 em Teresina. A TW Fly tem um contrato com o Governo do Estado. A razão social da empresa, A S Mesquita Turismo Ltda., e tem contrato de R$ 774 mil com o governo, divido em três parcelas de RS 258 mil.
A Piquiatuba informou que os passageiros que compraram as passagens aéreas irão receber integramente o valor pago. Segundo Pazebo, caso seja resolvido o problema as pessoas podem marcar outra data para viajar.
"A nossa empresa está no mercado há I5 anos. Nós temos que ter a confiabilidade pública. Não estamos mais voando porque estamos com um grande prejuízo e a TW Fly não nos repassa o que deve", relatou o diretor comercial da Piquiatuba.
A reportagem procurou contato com representantes da TW Fly durante todo o dia de ontem, mas não conseguiu. Por telefone, divulgado o número no site da empresa, nossa equipe recebeu a informação de que o pessoal da TW Fly não estava no escritório e quem atendeu a ligação informou que era funcionário da Esaero Serviços Aeroportuário que faz parte do grupo empresarial da TW Fly. A TW Fly funciona no endereço de Rua Benedito Cardoso,18 50, no bairro Itararé.
Jornal Diário do Povo / Por Marcelo Rocha

sexta-feira, 3 de março de 2017

Asfalto será retomado em Dom Inocêncio e linha aérea de Petrolina para São Raimundo será criada, garante governador

Imediatamente após a divulgação pelo blog da Cristal de uma campanha promovida nas redes sociais pelos moradores de Dom Inocêncio, no semiárido piauiense, intitulada "Dom Inocêncio sem asfalto, Dom Inocêncio sem voto", o governo do estado publicou em seu site oficial que irá retomar as obras do asfalto que liga o município a São Lourenço. 



Os inocentinos esperam que esta não seja apenas mais uma simples promessa e continuarão unidos e firmes na campanha até que a obra seja entregue e chegue à sede do município. Confira na íntegra a resposta oficial do governo aos inocentinos.

Governador recebeu nessa manhã os deputados  Paes Landim e Marcelo Castro. (Foto:Jorge Henrique Bastos)



O governador Wellington Dias reuniu-se, nesta sexta-feira (04), no escritório da residência oficial, com os deputados federais Paes Landim e Marcelo Castro para tratar de ações em alguns municípios da região de São Raimundo Nonato, como a criação de uma nova linha aérea para o Aeroporto Serra da Capivara e a retomada de obras de mobilidade urbana.

Com o deputado Paes Landim, o chefe do Executivo estadual tratou de projeto estratégico defendido pelo parlamentar, que é uma linha aérea de Petrolina-PE para São Raimundo. O deputado irá apoiar e trabalhar para a concretização do projeto e o governo irá priorizar e garantir, ainda nesse semestre, decisão à respeito da linha.

Por meio da empresa aérea Piquiatuba, que tem como consolidadora a TW Fly Turismo, o Piauí já conta com voos regulares de Teresina para Picos, São Raimundo Nonato e Parnaíba. A proposta é, além de consolidar esses voos para o interior, facilitar a vida de quem precisa ir a esses municípios a trabalho ou passeio e também divulgar as potencialidades turísticas do estado.
Asfalto de Dom Inocêncio
Outra pauta discutida, desta vez com o deputado Marcelo Castro, foi a retomada da obra da estrada São Lourenço - Dom Inocêncio, cujo investimento será na ordem de R$ 30 milhões. “É um dos poucos municípios que não tem asfalto e é importante que possamos incluir essa região. 

Conclusão prevista para 2018

A meta é retomar a obra, em breve, e entregar no início de 2018. Os recursos já estão liberados, mas vamos trabalhar ainda com o contrato da Caixa Econômica para garantir a complementação da pavimentação”, comentou o governador.

veja também:

03.03.2017 - Campanha nas redes sociais cobra continuação do asfalto em Dom Inocêncio

Campanha nas redes sociais cobra continuação do asfalto em Dom Inocêncio

Inocentinos ameaçam não votar em nenhum candidato  se asfalto não sair


Uma campanha no Facebook está viralizando em Dom Inocêncio, no semiárido piauiense. Sob o slogan "Dom Inocêncio sem asfalto, Dom Inocêncio sem voto" os inocentinos ameaçam anular o voto ou votar em branco em sinal de protesto se o tão sonhado asfalto não sair até a próxima eleição para governador em 2018. 

O município, que continua isolado das outras cidades desde que foi criado em 1989 e que integra a região chamada de Território Serra da Capivara, está com as obras do asfalto, que fará a ligação com São Raimundo Nonato, paradas desde o início do segundo semestre do ano passado.

Os inocentinos alegam nas redes sociais que as obras do asfalto se arrastam há seis anos, desde que o governador Wellington Dias deu início em 2011 e até hoje só foram feitos cerca de dezoito quilômetros dos setenta e cinco previstos, faltando ainda cinquenta e sete para chegar ao município.

Cerca de trinta quilômetros das obras já receberam nivelamento com a colocação da piçarra, mas com o período chuvoso que deve ir até final de abril, corre o risco do trecho ser danificado e ter que ser feito novamente.

A campanha está recebendo a adesão de todos os inocentinos que estão revoltados com a parada das obras do recapeamento asfáltico que representa um sonho para todos. O objetivo da campanha é que o governador faça a retomada dos trabalhos se realmente quiser ser reeleito no município que lhe conferiu mais de 73% dos votos na última eleição.



GOVERNO E CONSTRUTORA DIVERGEM
Texto e imagens: Gustavo Almeida/Política Dinâmica

Há mais de um mês os trabalhadores deixaram o canteiro e a obra está parada. Procurada pelo Politica Dinâmica, a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) informou que todos os pagamentos à construtora Jurema estão em dia e “acredita” que a empreiteira tenha parado as obras por conta do início das chuvas na região.


A Seinfra ainda alegou que “talvez” a maior dificuldade enfrentada na obra seja por conta do clima, mas disse que todos no órgão estão empenhados em concluí-la. Ainda conforme a secretaria, R$ 5 milhões já foram investidos pela gestão de Wellington Dias no asfaltamento da estrada e que a retomada da obra depende apenas da Jurema.
Em maio de 2016, W. Dias assinou ordem de serviço e prometeu conclusão em sete mesesEm maio de 2016, W. Dias assinou ordem de serviço e prometeu conclusão em sete meses
Já a construtora Jurema disse que executou o que lhe foi pago para executar e depois disso parou os serviços. A empresa não falou em chuvas na região. Segundo a empreiteira, o governo do estado não está devendo, mas novos recursos não foram colocados para que a empresa continuasse a obra. Com a conclusão daquilo que foi pago para fazer, a construtora retirou seus trabalhadores e disse que aguarda novos investimentos do governo para dar prosseguimento ao lendário asfaltamento.



obras da ponte sobre o riacho da Fazenda do Meio estão paradas
imagem: Manassés Campos

Veja também:

03.03.2017 - Asfalto será retomado em Dom Inocêncio e linha aérea de Petrolina para São Raimundo será criada, garante governador

Governo abre concurso para professor em Remanso

A Secretaria de Educação do Estado da Bahia realiza processo seletivo de 3.659 vagas para técnico de nível médio/mediador e professor indígena e de educação básica. As inscrições poderão ser realizadas no período de 1° a 13 de março, exclusivamente, no site do Instituto Brasil de Educação (IBRAE), organizador.
As taxas de inscrição serão de R$25 para nível médio, R$35 para técnico, R$75 para graduados. Quem possuir baixa renda poderá solicitar isenção da taxa entre 1º e 3 de março. Há reserva de 30% das vagas para negros e 5% para deficientes.
Conheça os requisitos para se candidatar
Para se candidatar ao cargo de técnico, é preciso ter nível médio completo e declaração/certificado de realização do curso de capacitação de mediadores em ambiente Virtual Moddle. Estes profissionais receberão R$989,92 e carga de 20 horas.
Já para os cargos de professor indígena e de educação básica são necessários nível médio e superior, respectivamente. Os professores terão vencimentos que podem chegar a R$1.072,68, acrescidos de R$334,46 por gratificação temporária. As contratações serão feitas pelo prazo de dois anos, com possibilidade de dobrar por igual período.
Confira mais detalhes do concurso de técnico
Os aprovados serão distribuídos pelas diversas localidades do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec). A institutição foi construída devido à demanda de jovens e adultos que moram em localidades distantes ou de difícil acesso em relação aos centros de ensino, além da deficiência de profissionais sem formação específica em determinadas áreas.
As vagas destinam-se aos municípios de Barra, Bom Jesus da Lapa, Brotas de Macaúbas, Carinhanha, Morpara, Muquem de São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Serra do Ramalho, Barra da Estiva, Morro do Chapéu, Rio de Contas, Utinga, Novo Horizonte, Araci, Itiuba, Serrinha, Valente, Ibicaraí, Ilhéus, Itapitanga, Nova Canaã, Caatiba, Campo Alegre de Lourdes, Curaca, Remanso, Sento Sé, Barreiras, Buritirama, Cotegipe, Santa Rita de Cassia e Senhor do Bonfim, entre outro

Após anos sem festa, Prefeitura de Remanso divulga bandas do Micareta 2017

As principais atrações contratadas pela prefeitura de Remanso foram divulgadas durante uma entrevista do prefeito Zé Filho na Rádio Comunitária Zabelê FM, ocorrida na manhã desta sexta-feira (03/03).
Entre as atrações que vão animar a maior festa do município estão: Harmonia do Samba, Duas Medida, Banda X-10, Babado Novo, Seu Maxixe, Cheiro de Amor e Guig Ghetto.
A micareta de Remanso, considerada, a maior festa da cidade será realizada no período de 28 a 30 de abril.
28/04 – sexta-feira
Babado Novo
Seu Maxixe
29/04 – sábado
Duas Medida
Banda X-10
Harmonia do Samba
30/04 – domingo
Cheiro de Amor
Guig Ghetto
Da Redação: redacao@remansonoticias.com.br

Saiba como sacar o dinheiro das contas inativas do FGTS. Veja se você tem dinheiro para sacar

por 14/02/2017 10:27 / Atualizado 


BRASÍLIA e SÃO PAULO - Cerca de 30 milhões de trabalhadores serão beneficiados com a possibilidade de sacar o saldo disponível em 49,6 milhões de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mas muitos ainda não sabem como fazer para saber se têm contas inativas e como consultar tais informações. Portanto, veja abaixo as principais informações sobre quem tem direito, como sacar e descobrir o saldo.



O que é uma conta inativa do FGTS

Quando os trabalhadores pedem demissão ou são dispensados por justa causa não podem sacar o dinheiro que fica na conta do FGTS. A conta continua existindo, mas deixa de receber novos depósitos do empregador. Pela norma geral, esse dinheiro só podia ser sacado se o trabalhador ficasse três anos, no mínimo, fora do mercado formal de trabalho ou em caso de aposentadoria ou de compra da casa própria. Portadores de doenças graves, como câncer, também podiam sacar. Agora, o governo abriu uma exceção.




Quem poderá sacar

Poderá retirar o saldo na contas inativas quem saiu do emprego até 31/12/2015. É comum trabalhadores terem mais de uma conta inativa. Isso acontece a cada mudança de emprego. Segundo a Caixa, atualmente existem 49,6 milhões de contas em nome de 30,2 milhões de trabalhadores.




Quem não tem direito a sacar

Quem não tiver saldo na conta (por exemplo, o dinheiro pode ter sido sacado para pagar prestações da casa própria). Quem deixou o emprego a partir de 1/1/2016.




Como saber se tem direito



Basta consultar o extrato para verificar se a data do desligamento é anterior a 31/12/2015. A Caixa criou um link em seu site pelo qual o trabalhador poderá saber se tem direito, o valor e a data do pagamento.

Além disso, há o Serviço de Atendimento ao Cliente (0800-726-2017).
Outras formas de consultar as informações:

- Aplicativo FGTS, que pode ser baixado da loja no celular, por exemplo, App Store, em celulares Apple, e Google Play, nos aparelhos com Android
- Site da Caixa
- Quem é beneficiário do Bolsa Família, por exemplo, e tem o "Cartão do Cidadão" tem que digitar o número do PIS e a senha deste cartão
- Quem não tem o cartão precisa criar uma senha, informando que é seu primeiro acesso
- Internet banking, se o trabalhador é cliente da Caixa, na opção "Serviço ao Cidadão" (neste caso, quem não tem a senha precisa ir até uma agência para cadastrá-la)

Documentos necessários

Para sacar verificar o saldo das contas inativas do FGTS, é preciso ter o NIS (Número de Inscrição Social), que no caso da Caixa é o PIS, e do Banco do Brasil, o Pasep, além do CPF.




Como sacar 

Quem tem direito a sacar o saldo e é cliente da Caixa que tem conta poupança individual, o crédito será realizado automaticamente, conforme calendário. Segundo o banco, o valor estará disponível na conta no dia da abertura do calendário mensal. Essa medida deve beneficiar cerca de 30 milhões de trabalhadores.

Os correntistas da Caixa poderão optar em receber o crédito em sua conta corrente, pelo site do banco (www.caixa.gov.br/contasinativas) ou pelo Telesserviço (0800 726 2017).

Quando sacar


A partir de 10 de março, as contas inativas com saldo até R$ 1,5 mil poderão ser sacadas no autoatendimento da CAIXA apenas com senha do Cartão do Cidadão (sem a necessidade do plástico). 

Já para valores entre R$ 1,5 mil e R$3 mil será necessário que o trabalhador possua o Cartão do Cidadão e senha para pagamentos no autoatendimento.

Outra opção para saque são os canais parceiros (Correspondentes CAIXA Aqui e Unidades Lotéricas), onde são permitidos saques de até R$ 3 mil, apresentando o documento de identificação do trabalhador, Cartão do Cidadão e a respectiva senha. Valores acima de R$ 3 mil serão sacados exclusivamente nas agências da CAIXA. Para valores superiores a R$ 10 mil será necessária a apresentação da carteira de trabalho ou documento que comprove a extinção do vínculo do trabalho.

Os saques poderão ser feitos a partir de 10 de março e seguem cronograma de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.

Trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro: saques a partir de 10 de março
Trabalhadores nascidos em março, abril e maio: saques a partir de 10 de abril
Trabalhadores nascidos em junho, julho e agosto: saques a partir de 12 de maio
Trabalhadores nascidos em setembro, outubro e novembro: saques a partir de 16 de junho
Trabalhadores nascidos em dezembro: saques a partir de 14 de julho
O dinheiro estará disponível para todos os trabalhadores elegíveis até 31 de julho deste ano.

A Caixa abrirá 1.891 agências um sábado por mês, de março a julho, exceto em abril, das 9h às 15h. Confira abaixo as datas:

11 de março
13 de maio
17 de junho
15 de julho

No próximo dia 18 de fevereiro, essas 1.891 agências selecionadas também abrirão para atendimento exclusivo a dúvidas sobre o saque de contas, para regularização de cadastro dos trabalhadores e cadastramento de senha do Cartão do Cidadão.
A relação das agências com horário especial de atendimento estará disponível no site da Caixa.

Desta quarta-feira até sexta-feira, todas as 3,4 mil agências abrirão duas horas mais cedo para dar atendimento exclusivo a esse público.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Mais nove cidades serão atendidas com sistema de água da Adutora do Garrincho

A execução da obra será da Codevasf, com investimento na ordem de R$ 12,5 milhões.
Acesse Piauí/Gustavo Almeida
Cerca de 36 mil pessoas que sofrem com a estiagem prolongada no sul do Piauí serão beneficiadas com ampliação da capacidade de abastecimento do Sistema Adutora do Garrincho, que atende São Raimundo Nonato e outros oito municípios da região. A execução da obra será da Codevasf, com investimento na ordem de R$ 12,5 milhões. O recurso foi liberado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional.

A adutora de montagem rápida que será implantada para interligação com o Sistema Adutora do Garrincho terá 26,8 km de extensão, passando a suprir as nove cidades atendidas com água proveniente do açude Petrônio Portela e Poços da Serra Branca, localizados em São Raimundo Nonato.


Outra ação da Codevasf que vai garantir o acesso à água tratada e de qualidade para consumo humano é a construção da adutora no município de Lagoa do Barro do Piauí. A medida conta com recursos federais da ordem de R$ 4,9 milhões e vai beneficiar aproximadamente 4,5 mil pessoas do semiárido piauiense.

As obras em Lagoa do Barro do Piauí incluem a construção do sistema adutor, compreendendo os serviços de captação, adução, construção de estação de tratamento de água, reservatório elevado e adequação da rede de energia elétrica. O sistema também prevê a construção de cerca de 22,7 mil metros de extensão de adutora, que vai disponibilizar em torno de 300 mil litros de água tratada por dia para os habitantes.

Prefeitura de D.Inocêncio lança edital suspeito na véspera do Carnaval

Documento prevê seleção de professores com duração de apenas dois dias; OAB-PI afirma que ato restringe acesso de candidatos.
Acesse Piauí/Gustavo Almeida


A prefeitura de Dom Inocêncio lançou edital de seleção de 19 pessoas para atuarem como professores do programa ProJovem do Campo/Saberes da Terra. A escolha para os cargos de cinco áreas diferentes se dará através de análise curricular feita pela Secretaria de Educação. Mas chama atenção os prazos para que os interessados apresentem a documentação.


O edital foi enviado para publicação no Diario Oficial dos Municípios no dia 23, mas só foi publicado na sexta-feira (24), a mesma data do primeiro dia para inscrições. O prazo final é a próxima segunda-feira (27). Como sábado e domingo não são dias úteis, os interessados tinham dois dias para ir à prefeitura. Quem teve acesso ao edital após 13h da sexta, ainda nas primeiras horas da publicação, acabou perdendo metade do prazo, uma vez que a prefeitura não tem expediente externo a tarde.

Os editais para seleção normalmente são publicados vários dias antes do encerramento das inscrições. A publicação numa sexta-feira véspera de Carnaval, com prazo final na segunda seguinte, no mínimo, prejudica a divulgação e dificulta a concorrência. A legislação brasileira prega pelo princípio da publicidade e exige que a população tenha amplo acesso aos editais em tempo hábil para os interessados.

Edital foi enviado para publicação dia 23, mas só saiu na edição do dia 24 (Foto: DiárioOficial)

De acordo com o presidente da Comissão de Defesa e Valorização do Concurso Público da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI), Renato Catunda, o ato da prefeitura de Dom Inocêncio restringe a participação dos candidatos e denota suposto interesse de beneficiar apenas parte privilegiada. Ele explica que não existe prazo estipulado por lei, mas que a administração pública deve se pautar pela razoabilidade e pela lógica para permitir amplo acesso de todos.

“A partir do momento em que se toma esse tipo de atitude, a prefeitura está restringindo a capacidade de acesso das pessoas ao processo. Não está agindo com razoabilidade e está restringindo o acesso a quem quer participar. Não é um ato ilegal, porém é desarrazoável na administração pública, pois não há fundamento para esse prazo curto.  Além disso é uma atitude que parece muito com administrações que querem beneficiar apenas uma parte da população”, falou o advogado.

Renato Catunda ainda avaliou que um prazo muito curto colocado pela administração da prefeita Virgínia (PP) dificulta que os interessados, principalmente os de outras localidades, providenciem a documentação exigida para entregar na prefeitura.

PREFEITURA TENTA SE EXPLICAR
A assessoria jurídica da Prefeitura de Dom Inocêncio foi procurada pelo Acesse Piauípara explicar o estranho edital. De início, afirmou que não tinha conhecimento da situação e depois falou que a Secretaria de Educação vai corrigir o documento. Ainda conforme a assessoria, uma errata do edital será publicada e as datas na véspera do feriado de Carnaval serão alteradas para que não haja prejuízos aos concorrentes.