segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Obras do Aeroporto de São Raimundo já estão concluídas. Inauguração deve ser ainda em 2015 após sanadas restrições. Pista já recebe voos privados.


Por André Pessoa
Reportagem Especial 

O polêmico Aeroporto Internacional Serra da Capivara, construído na zona rural do município de São Raimundo Nonato, região sudeste do Piauí e distante 525 km da capital Teresina, está com suas obras finalizadas. A construção se arrastava por mais de uma década sendo alvo de inúmeras denúncias de irregularidades. Com a conclusão dos trabalhos o terminal de passageiros e a pista de pouso e decolagem com 1.650 metros já estão recebendo voos privados e podem operar, inclusive, no período noturno.


Em visita ao local na última sexta-feira, dia 23, nossa reportagem constatou que toda a parte estrutural, hidráulica e elétrica, incluindo piso, revestimento, cobertura, forro, vidros, iluminação, portas, janelas, bancadas, área de quiosques e lojas, espaço para lanchonete, equipamentos contra incêndios, área para escritórios administrativos, base de apoio para empresas e funcionários, estacionamento, acesso, entre outros itens estão finalizados.



Até mesmo o elevador interno já foi instalado. No entanto, dentro do prédio faltam pequenos detalhes como o corrimão nas escadas de acesso ao segundo piso e nos corredores desse andar. A obra foi executada pela construtora Sucesso com recursos do Ministério do Turismo através de emendas parlamentares do deputado federal José Francisco Paes Landim (PTB) e apoio do Governo do Piauí.



Informações repassadas pela empresa Esaero, que administra o local e mantém funcionários para auxilio aos passageiros e operação das aeronaves, confirmam que o aeroporto conta com sinalização horizontal na pista e no pátio de aeronaves, além de balizamento noturno que pode ser utilizado para pousos e decolagens durante a noite. A brigada dos Bombeiros que teve a equipe treinada em Natal (RN) e na Base Aérea de Alcântara (MA), já dispõe de uma viatura equipada para combate a incêndios mas ainda não recebeu nenhuma ambulância para atendimentos de emergência.



Na parte estrutural falta a ligação da rede de água através da empresa de Águas e Esgotos do Piauí (AGESPISA), para que os banheiros, chuveiros do sistema automático contra incêndios e torneiras possam funcionar, além da operacionalização da "torre" de controle aéreo, a instalação do terminal de combustível e a construção do reservatório de água para o grupamento contra incêndios.



O impasse agora para seu pleno funcionamento parece se resumir as condicionantes apontadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que esteve no aeroporto para uma vistoria oficial e encontrou algumas incorreções e falhas. Foram solicitados ajustes técnicos que o Governo do Piauí diz estar tratando diretamente com Brasília. Algumas semanas atrás o governador Wellington Dias (PT), esteve na capital federal em audiência com o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB), tentando agilizar os trâmites necessários para a homologação do aeroporto.



Segundo a vice-governadora, Margarete Coelho (PP), que desembarcou recentemente no aeroporto com uma comitiva internacional que incluía, entre outras autoridades, o embaixador da Alemanha no Brasil, Dick Brengelmann, a meta é viabilizar a operação regular de pequenos voos comerciais para que nos próximos anos ele se consolide como um pólo de transporte regional, desencadeando uma revolução na economia local com o incremento no fluxo de visitantes que chegam principalmente para conhecer os parques nacionais Serra da Capivara e Serra das Confusões, as duas maiores unidades de conservação do Nordeste. (André Pessoa).







Internacional só no papel
Apesar de ter sido batizado e planejado para ser um aeroporto internacional, existem algumas restrições que impedem que o local tenha capacidade para receber voos originários de outros países. Para que isso fosse possível seria necessário uma série de ajustes no projeto que não foi executado completamente.



Em primeiro lugar a pista que atualmente conta com 1.650 metros precisaria ser ampliada conforme o projeto original para 2.400 metros além de vários detalhes técnicos como a criação de unidades da Polícia Federal, Receita Federal, Alfândega, Vigilância Sanitária, Torre de Controle Aéreo com atendimento bilíngue, entre outros aspectos.



Enquanto a cidade não dispõe desses órgãos, a alternativa para que o aeroporto possa eventualmente receber vôos do exterior a médio prazo é ter as configurações da pista adequadas para suportar grandes aeronaves, assim os aviões de voos charters, como por exemplo os oriundos da Europa poderiam ser nacionalizados em qualquer aeroporto internacional do Brasil, fazendo com que os passageiros passem pela migração e alfândega e depois sigam na mesma aeronave para São Raimundo Nonato. (André Pessoa).



Museu na Caatinga
A homologação do Aeroporto Internacional Serra da Capivara através da ANAC é pré-requisito para que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), libere as primeiras parcelas de um aporte financeiro de 13,7 milhões para Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM), iniciar a construção do Museu da Natureza, na zona rural do município de Coronel José Dias, nas proximidades do principal circuito turístico do Parque Nacional Serra da Capivara, o Boqueirão da Pedra Furada (BPF).







Segundo a instituição financeira a operação acontece no âmbito do Programa BNDES para o Desenvolvimento da Economia da Cultura (BNDES Procult), com recursos não reembolsáveis do Fundo Cultural do Banco. A participação do BNDES corresponde a 68% do valor total necessário para viabilização do projeto.



Localizado nas proximidades do Centro de Visitantes do Parque e de uma fábrica de cerâmica artesanal, o museu abrigará entre outras atrações uma coleção inédita de fósseis de animais da megafauna que ocupava a região e que entrou em extinção há cerca de 10 mil anos devido às mudanças climáticas ocorridas nessa parte do planeta. Alguns fósseis são de espécies que até o momento só foram encontradas nessa área do Piauí e receberam nomes científicos que fazem referência a região.



Com dois pavimentos e uma área construída total de 4 mil m², o museu terá espaço de exposição, restaurante, auditório, lojas, área reservada ao acervo, instalações administrativas e sanitários.



Além dos objetos expostos, serão usados recursos de animação, fotografias, perspectivas digitais e interatividade, assim como projetores, computadores, sensores, telas de cristal líquido e plasma, instrumentos interativos, sonorização, iluminação e sistemas de automação.



O projeto também contempla sistema de segurança, com iluminação de emergência, vigilância eletrônica, alarmes e extintores de incêndio. A obra deverá ser entregue em dois anos e o valor total do projeto é de R$ 20 milhões. (André Pessoa).



Visão de futuro
O sonho que se materializa na construção do Aeroporto Internacional Serra da Capivara é o resultado da incrível trajetória da pesquisadora paulista Niéde Guidon, que completa 82 anos no próximo mês de março e que chegou na região de São Raimundo Nonato no começo da década de 1970. Nesses cerca de 40 anos de investigação científica e de um vasto legado de obras estruturantes, ela conseguiu projetar de forma positiva, mundo afora, um pedaço do sertão do Piauí desconhecido até então pelos próprios piauienses.



Niéde foi a protagonista da criação do Parque Nacional Serra da Capivara – declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco -, e da Fundação Museu do Homem Americano (FUMDHAM) – que mantém laboratórios de alto nível e um museu que é referência mundial sobre a pré-história do continente. Também foi ela que sugeriu e lutou pela instalação da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF) – que oferece cursos de graduação em Arqueologia e Ciências da Natureza no campus Serra da Capivara -, e agora deseja finalizar essa odisseia com dois novos projetos futuristas.



Brigada de bombeiros acompanhada da Vice-governadora Margarete Coelho, a frente, o inocentino Clóvis Filho, o popular Caçula, último a direita

Arkeópolis

Um deles, o Museu da Natureza, deve ser viabilizado nos próximos meses com apoio do BNDES. O outro, visto como a cereja do bolo de toda essa revolução cultural, econômica e social, seria a construção do resort Serra da Capivara numa área muito próxima ao parque nacional. O projeto – que já teve incentivo fiscal aprovado anos atrás pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), e terras cedidas em regime de comodato pelo Governo do Piauí através de aprovação pela Assembléia Legislativa do Estado -, prevê a construção de um mega complexo hoteleiro de alto nível dotado de cinema, teatro, restaurantes e toda estrutura necessária para atender turistas do Brasil e do exterior, numa área conhecida como Serra Vermelha.


Ao hotel se conecta uma espécie de disneylândia da pré-história, um parque temático onde os visitantes poderão participar de escavações arqueológicas, conhecer sítios históricos, interagir com espécies da fauna e flora da Caatinga, contemplar maquetes em tamanho natural dos animais da megafauna, entre outras atrações.



O projeto ganhou o nome de Arkeópolis e está todo planejado pela arqueóloga e sua equipe que já adquiriu, inclusive, algumas áreas de interesse natural para a sua futura implementação. Agora é esperar os grupos econômicos que possam investir nos projetos acreditando no potencial de uma das mais importantes regiões naturais e culturais do planeta, berço de nossos antepassados e de um bioma exclusivamente brasileiro, a mítica Caatinga. (André Pessoa).






Fotos: Andre Pessoa

Imagem rara resgata Dom Inocêncio no ano em que passou a ser município

texto e imagem do perfil de Macelo Damasceno

Vista da avenida Caroá, Dom Inocêncio em 1989 ainda sem pavimentação com o antigo e único Posto Telefônico ao lado do poste á esquerda, muito utilizado na época por todos os moradores da sede e do interior. Ao fundo, no alto, dá pra ver o Ginásio Municipal e algumas casas já construídas
Lembranças de um Dom Inocêncio de 1989

que começou assim meio tímida, provinciana, mas com muita vontade de crescer. Hoje acolhe famílias de vários cantos do Brasil; fazendo da nossa pequena cidade umas das maiores em extensão territorial, colégio eleitoral, fluxo em vendas na microrregião de São Raimundo Nonato. Só perdemos mesmo para a cidade de Caracol e para a cidade polo de São Raimundo Nonato.



No detalhe, no poste de energia, um alto falante  la no topo que servia para para Padre Lira transmitir missas e recados destinados aos moradores.



Obs: alguns detalhes chamam atenção nessa foto. O Jeep da Belízia,
sem esquecer do Postinho Telefônico (esquerda) nessa casinha branca e simples, local onde muitas famílias tiveram a oportunidade alegria de falar com seus parentes pela primeira vez por meio de um telefone fixo, com o atendimento feito pelas telefonistas Raimundinha, Cleonice, Zélia, Gildene e Joelita.


Dom Inocêncio hoje

A sede de Dom Inocêncio expandiu suas fronteiras. Na imagem podemos ver o novo bairro Morada Nova que fica entre a estrada que leva ás Traíras na parte de baixo e a que conduz ao Oiti. Bem ao fundo, pode se ver a torre da operadora Oi no Alto Bela Vista e em detalhe a  torre branca  da igreja de Santa Luzia. A região central da sede fica a direita na imagem.


Dom Inocêncio vista de um ângulo diferente. Esse é um novo bairro que surge em nossa cidade e que parece que já nasceu grande. Estou falando do bairro Morada Nova que apenas foi batizado pelos moradores. O mesmo fica em um alto na direção da localidade Oiti.



Apesar das dificuldades, estamos de parabéns!


informações e imagens: Marcelo Damasceno


EXCLUSIVO! MENINO VAQUEIRO DE PETROLINA ENCONTRA LÉO MAGALHÃES. Cantor chorou de emoção junto com guri

Surpresa!!! Garoto aboiador de Petrolina nem imaginava que estava prestes a realizar o sonho de cantar com seu ídolo! confira o momento de muita emoção!

domingo, 25 de janeiro de 2015

Saiu no G1! Projeto Acordes do Campestre no Sertão do PI. Pai e filho dão aulas de sanfona no quintal de casa

Aulas acontecem ao ar livre de segunda a sexta-feira no período da tarde.
Cerca de 60 alunos, a maioria crianças, aprendem a tocar de graça.


texto e imagens: Gustavo Almeida Do G1 PI
Crianças e adolescentes têm aulas gratuitas de música em São Raimundo Nonato (Foto: Projeto Acordes do Campestre)Crianças e adolescentes têm aulas gratuitas de música (Foto: Projeto Acordes do Campestre)


Em São Raimundo Nonato, a 530 km de Teresina, o som que ecoa da sanfona estimula sonhos e alimenta esperanças. Um projeto cultural criado em 2011 pelo empreendedor musical Salvador Nunes e pelo seu filho Sandro Dias ensina a arte de tocar instrumentos a dezenas de crianças, jovens e adultos. Com poucos recursos e sem apoio de entidades governamentais, o projeto intitulado “Acordes do Campestre” é executado no terreiro da casa onde moram, em um bairro carente da cidade.

Sandro Dias, conhecido na região como Sandrinho do Acordeon, aprendeu tocar sanfona aos 13 anos, quando ainda morava com os pais na vizinha cidade de Dom Inocêncio, distante 104 km. Apaixonado pela música, ele resolveu, com o incentivo do pai, transmitir o conhecimento aos jovens que tivessem interesse. Hoje com 21 anos, Sandro é o coordenador do projeto que ensina música voluntariamente.
Aulas de música incluem ainda outros instrumentos além da sanfona (Foto: Projeto Acordes do Campestre)

Aulas de música incluem ainda outros instrumentos
além da sanfona (Foto: Projeto Acordes do Campestre)


Segundo ele, os jovens têm aulas de segunda a sexta-feira e podem aprender a tocar os mais diversos instrumentos. “Nós não cobramos nada para dar aulas, é tudo voluntário. Eles podem aprender a tocar os instrumentos que quiserem”, conta Sandrinho. Além da sanfona, o projeto também ensina flauta, baixo, violão, triângulo, zabumba e bateria. Qualquer jovem da cidade ou da região pode participar e existe apenas uma única exigência.

“A criança tem que ter no mínimo seis anos e precisa estar matriculada em uma escola”, lembra Sandrinho. Recentemente, o projeto passou a ter formalização jurídica e ganhou o nome de Associação Cultural Acordes do Campestre. Os jovens participam de apresentações na região e tocam hinos em corais durante os eventos. “Já fizemos apresentações em Teresina, em Bom Jesus e em cidades de Pernambuco como Afrânio e Petrolina”, informou Sandro.

"Nosso objetivo não é apenas ensinara tocar, mas também formar cidadãos. Nós usamos a música para fazer deles cidadãos de bem"   

Sandro Dias, coordenador do Projeto Acordes do Campestre


O sonho do jovem professor sanfoneiro é expandir a iniciativa e poder oferecer uma melhor estrutura para os alunos. “Nossas aulas são em frente a minha casa, no terreiro mesmo. Nos reunimos todos os dias lá e geralmente temos aulas somente a tarde, quando já está na sombra”, disse. O primeiro grande passo já está sendo dado com a construção de um pequeno galpão ao lado da casa para que as aulas não sejam mais ao ar livre.

Salvador Nunes, pai de Sandro, é o grande entusiasta da iniciativa. Segundo ele, mais que ensinar música, o projeto ensina crianças e jovens a serem cidadãos. “Nosso objetivo não é apenas ensinar a tocar, mas também formar cidadãos. Nós usamos a música para fazer deles cidadãos de bem”, falou. Salvador conta que boa parte dos instrumentos utilizados no projeto é adquirida através de doações.

O sonho do jovem professor sanfoneiro é expandir a iniciativa e poder oferecer uma melhor estrutura   para os alunos (Foto: Projeto Acordes do Campestre)O sonho do jovem professor sanfoneiro é expandir a iniciativa (Foto: Projeto Acordes do Campestre)


“Nós começamos com os instrumentos da nossa banda do Sandrinho do Acordeom, mas depois fomos recebendo algumas doações de mais instrumentos para colocar o projeto pra frente”, disse. Salvador explica que não aceitam doações de dinheiro em espécie, mas somente de instrumentos. “Já teve amigos que quiseram dar dinheiro, mas pedimos para que comprassem os instrumentos e nos trouxessem”, falou ele.

Os pais da comunidade dão total apoio e reconhecem a importância do projeto Acordes do Campestre. “Meu filho mudou muito depois que começou a ter aulas com o Sandrinho. Ele era muito danado e não ligava tanto para os estudos”, contou Bento Mota, morador da cidade. O filho dele está há dois anos no projeto e já sai da escola direto para as aulas de música.

O Acordes do Campestre conta atualmente com cerca de 60 alunos, a maioria crianças e adolescentes. Alguns dos jovens já tocam em grupos musicais da região. Em virtude do trabalho voluntário que mantém na cidade, Sandrinho recebeu em 2014 o título de Cidadão Sanraimundense, concedido pela Câmara Municipal de Vereadores. O jovem professor de sanfona também já foi homenageado na Procissão dos Sanfoneiros de Teresina e conquistou três vezes o Festival de Sanfoneiros de Petrolina.

Acordes do Campestre recepciona comitiva da embaixada da Alemanha juntamente com Vice-Governadora do Piauí Margarete Coelho 

Estivemos nesta sexta-feira 23/01/2015 na Comunidade Barreirinho em São Raimundo Nonato apresentando o trabalho do projeto Acordes Do Campestre para a Vice Governadora do Piauí Margarete Coelho e para o Embaixador da Alemanha, afirmou o coordenador e sanfoneiro Sandrinho Do Acordeon
(Fotos:Nubia Lira).






imagens direto do perfil: Acordes Do Campestre

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Novo amaciante Cristal com essência de colágeno chega ao mercado para deixar sua roupa mais macia e com cheiro de limpeza. Já está no comércio, garanta o seu!


Livramentos, escapando por pouco, mas muito pouco mesmo, confira




Autêntico forró pé de serra com sanfoneiro da "Terra do forró" (Dom Inocêncio).  Regis do acordeon não tem dó da sanfona, diretamente de SP. Pense num sanfoneiro sério! não esboçou um sorriso, cabra macho!




Servidores em protesto invadem o prédio da Prefeitura Municipal de Fartura do Piauí



Greve fartura (700 x 531)Cerca de cem servidores Municipais de Fartura-PI realizam manifestação neste momento, o protesto iniciou na manhã desta quinta-feira (22), em repúdio a falta de pagamento, onde os servidores reivindicam três meses de salários que estão atrasados.
Em uma manifestação pacífica e organizada, que conta com o apoio do Sindicato dos Servidores Municipais de Fartura do Piauí e Conselho Tutelar, os servidores, professores, auxiliar de serviços gerais, vigias, merendeiras, auxiliar administrativo, e outros, realizaram passeata pelas ruas da cidade e neste momento estão dentro do prédio da prefeitura municipal, e até o momento ninguém do poder executivo chegou para ouvir e negociar com os manifestantes, onde os mesmos afirmam deixar o prédio somente após um acordo que venha de encontro com os seus direitos

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Primeira chuva de 2015 deixa sede de Dom Inocêncio alagada

Primeira chuva do ano em Dom Inocêncio alaga a sede do município! Graças a Deus!
imagem do perfil de Macelo Damasceno

Marinho Damasceno, distribuidor dos produtos da Cristal,  observando a chuva abençoada em frente ao seu comércio na sede de Dom Inocêncio

EM DOM INOCÊNCIO está uma chuvinha gostosa que nos pegou de surpresa no fim da tarde, deixando a cidade por completa em um clima agradabilíssimo. 

Na minha opinião o que não é agradável mesmo de verdade é o entra e sai de prefeito em nossa cidade e esse problema do escoamento da água na rua Angelim nunca é resolvido.

Até quando teremos que esperar a atitude e a sensibilidade de um prefeito que tenha o entendimento e a preocupação de sanar de vez essa poça d'água no centro da cidade.
Um erro absurdo de desnível deixado há anos pela primeira gestão desse município.

Compreendo que a cidade não tem rede de esgoto e muito menos um saneamento básico completo, mas não custava adequar as bordas do calçamento dando espaço suficiente para que a água pudesse correr livre, principalmente nessa região do centro, fazendo com que a mesma não se acumule e tome um rumo.

É comum nesse local as pessoas darem pulos maiores do que as pernas, tentando pular essa lagoa com objetivo de não se molhar; sorte quando conclui o pulo sem uma 'chamuscada' de água nas panturrilhas, popular batata da perna.

Desde de sempre essa água fica assim, esperando as caldeiras de um sol quente, para naturalmente desaparecer em meio ao calçamento. É um problema que nunca se resolve. E olha que o erro ainda persiste quase nas 'barbas' do gestor atual.

Jornalista,
Marcelo Damasceno

Água da chuva não escoa em frente ao Armazém Gomes de Nequinha e Genilde

III Tributo a Gilberto Dias reuniu duas grandes personalidades da cultura da sanfona em Dom Inocêncio. Saiba quem está por trás dos artistas do acordeon no município que é referência nacional

Salvador Nunes, o Salvador da Arena, pertence a uma família de grandes talentos musicais em Dom Inocêncio, como seus filhos Mestre Sandrinho do Acordeon e Paloma Nunes, seu irmão Sousinha dos teclados entre outros artistas que estão surgindo e sendo lançados pelo empresário. 

Salvador, juntamente com Sandrinho, também coordena o projeto Acordes do Campestre, que reúne jovens carentes de São Raimundo, retirando das ruas e proporcionando o aprendizado musical dos adolescentes com o acordeon.

imagem: Glória Nunes/facebook
Raimundo da Lenita, do Mercadinho Luan, distribuidor dos produtos Cristal na sede de Dom Inocêncio ao lado do empresário musical Salvador Nunes, pai e também empresário de Sandrinho do Acordeon á direita, produtor organizador de eventos e grande incentivador da cultura local, presentes ao show em homenagem ao inesquecível sanfoneiro Gilberto Dias.




Rosimar da Silva

imagem: Glória Nunes/facebook
Ricardinho do Acordeon, pertencente a nova geração de sanfoneiros herdou a famosa sanfona de Gilberto Dias, ladeado por Fafá e Rosimar da Silva, o popular "Rosa", grande batalhador e divulgador de artistas locais e um dos maiores incentivadores da cultura do acordeon em Dom Inocêncio durante o período em que foi locutor na extinta rádio Juazeiro FM.  Rosimar também foi grande divulgador e apoiador da Cristal na época em que fazia a locução na antiga rádio. Atualmente reside em Petrolina.

Rosimar é um dos maiores descobridores de talentos da sanfona, reconhecido por sua incansável luta em resgatar o forró pé de serra, sempre prestigiando os sanfoneiros que estão surgindo e principalmente os que já fizeram história no acordeon.
Veja também:

18.01.2015 - III TRIBUTO A GILBERTO DIAS - DOM INOCÊNCIO.

Homem oriundo de Remanso é preso em São Raimundo Nonato. "Ele sofre de problemas mentais" alegou a polícia

E aí? Conhece? então ligue para o 190 que estão procurando a família deste homem que veio de Remanso



O trabalho da Polícia Militar de São Raimundo Nonato - PI, através da guarnição dos 
policiais Cleantes, Neves, S. Júnior e apoio da Força Tática prenderam na tarde de 
ontem, 19, um homem portando um revolver calibre 38.

A prisão aconteceu nas proximidades da barragem da onça, zona rural de São Raimundo 
Nonato.

O homem que portava a arma de fogo foi encaminhado para a delegacia regional onde 
permanece a serviço da Justiça. 

Após a prisão os policiais constaram que o homem apresentava sinais de transtorno 
mentais e que a arma estava com 5 munições intactas e uma deflagrada.

A Polícia Militar pede pra caso alguém reconheça o homem informe ligando para o 190



 Fonte: Redação portalsrn/saoraimundo.com

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Atendendo a pedidos, de volta o dueto de Elvis Presley com Martina McBride! O "rei do rock" cantando pela 1ª vez acompanhado de uma cantora

Elvis não morreu! Curta a inesquecível voz do rei do rock nesta bela canção natalina em dueto com Martina McBride  "Christmas Blue" no final dos anos 60, tempos de ouro..!
do perfil de Manoel Lopes Dias





Retrospectiva 2014. Confira as postagens mais vistas no blog da Cristal em 2014 começando pelas mais visualizadas no ano.

05.02.2014 - Por que você não deve assistir à nova novela da Globo. Folha Social faz campanha contra novela da Globo

23 de abril de 2014 - 50 idéias de negócios para abrir com pouco dinheiro


Galvão Bueno é zuado com memes nas redes sociais pela paixão por Neymar 

17 de junho de 2014


GALERIA: Candidatas do concurso ‘Musas da Copa’ desfilam de biquíni pela Av. Paulista 

25 de junho de 2014

18.02.2014 - Pastor Pedreiro que adultera baseando-se na Bíblia

14.05.2014 - Confira imagens do assalto á Joalheria Pedra Preciosa em São Raimundo Nonato.. 


06.05.2014 - 14 fábricas para montar com até 10 mil 

22.04.2014 - Os 20 maiores animais do mundo.



Tese defendida por internauta explica porque Brasil entregou a Copa 42

 9 de julho de 2014



IFPI divulga resultado do processo seletivo 2015.1. Confira lista de aprovados nos campus do instituto

Foto oficial dos classificados em 1º lugar
Foto oficial dos classificados em 1º lugar
O Instituto Federal do Piauí divulgou o resultado do Exame Classificatório 2015.1 em solenidade realizada no auditório Carmen Sinott, do Campus Teresina Central, nesta terça-feira (20). 

Após a fala das autoridades, foi realizada a chamada nominal dos candidatos classificados em 1º lugar dos campi Teresina Central e Teresina Zona Sul, que receberam os cumprimentos dos presentes.
A estudante Laise Loureiro, 2º lugar geral do Classificatório 2015.1 e 1º lugar do Campus Teresina Central, relatou que escolheu o IFPI através de indicação de amigos que estudaram na Instituição e se preparou bastante para a prova. “Eu imaginava que ia passar, mas não esperava o 2º lugar geral”, contou.
Outro candidato que conquistou o 1º lugar no Campus Teresina Central foi o aluno Antônio Evangelista, que concorreu a uma das vagas do curso técnico em Segurança do Trabalho. “É uma alegria muito grande estar retornando ao IFPI. Eu já fiz um curso aqui e resolvi estudar Segurança do Trabalho porque quero adquirir mais conhecimentos, além de fazer novos amigos”, disse.

portal do IFPI